Páginas

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Assembleia determina fim da Greve 

Geral da Educação

IMG 20160809 WA0023Após 107 dias de paralisação, a maioria dos professores da rede estadual presentes na assembleia desta terca-feira (09) votou a favor da suspensão da Greve Geral da Educação. O encontro ocorreu no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza, e reuniu cerca de 2.000 professores.
Oficialmente, as aulas devem retornar a partir desta quarta-feira (10), de acordo com o calendário de reposição discutido por cada escola, garantindo a autonomia das unidades. O Sindicato APEOC cobra da Secretaria da Educação do Estado as condições adequadas para o exercício da atividade docente.
O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, vai comunicar oficialmente à Seduc a decisão da Assembleia e cobrar do Governo do Estado a efetivação da última proposta enviada à categoria, como o aumento de 5% na Regência de Classe e a publicação imediata do decreto que regulamenta a Lei da Descompressão e institui a Nova Carreira do Magistério, entre outras medidas.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

GREVE CONTINUA

Profissionais da Educação mantêm Greve Geral por tempo indeterminado

2016.05.25.asembleia.geral.300Os profissionais da Educação do Ceará decidiram em Assembleia manter a Greve Geral por tempo indeterminado. O encontro foi realizado na manhã desta quarta-feira (25) no Ginásio Poliesportivo da Parangaba e a decisão de continuar a paralisação foi aprovada pela maioria dos presentes. O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, disse que a Assembleia é soberana e a entidade vai continuar mobilizando a categoria para forçar o Governo a atender as reivindicações.
Durante a Assembleia, o Sindicato APEOC reforçou a necessidade de fazer o enfrentamento em nível nacional contra as medidas do governo de Michel Temer. Em menos de quinze dias de mandato interino, já foram anunciados vários golpes contra a Educação Pública. 
Agenda de Mobilização
  • 25/05: Ato Unificado dos Servidores Estaduais no Palácio da Abolição para exigir pagamento do reajuste geral – 14h
  • 31/05: Ação no Aeroporto de Fortaleza para pressionar parlamentares cearenses a caminho de Brasília para não votarem contra os direitos dos trabalhadores - 5h
  • 01/06: Reunião do Comando de Greve
  • 02/06: Ato na Secretaria da Educação do Estado - 9h
  • 07/06: Ato em frente à Secretaria da Fazenda do Estado - 15h
  •  

Interior e Capital

A Greve Geral da Educação do Ceará começou no dia 25 de abril e completa um mês nesta quarta-feira. A mobilização continua forte tanto na capital quanto no Interior. Escolas que nunca tinham aderido a paralisações anteriores reforçaram o movimento de 2016, tornando a greve ainda mais forte. Entre as principais reivindicações, citamos:
Reajuste de 12,67% com respeito à data-base (1º de janeiro);
Valorização dos Profissionais da Educação;
Melhores condições de trabalho e reforma de escolas;
Retorno de programas pedagógicos importantes para o desenvolvimento da aprendizagem;
Aumento da verba para merenda escolar;
Por um ISSEC forte, com atendimento amplo e de qualidade;
Liberação dos processos funcionais (estabilidade, ampliação definitiva de carga horária, progressão, ascensão);
Nomeação de professores reclassificados;
Defesa dos royalties do pré-sal para Educação;
Contra PLC N° 257 (impede novos concursos e congela salários dos servidores).
22









Profissionais da Educação mantêm Greve Geral por tempo indeterminado



2016.05.25.asembleia.geral.300









Os profissionais da Educação do Ceará decidiram em Assembleia manter a Greve Geral por tempo indeterminado. O encontro foi realizado na manhã desta quarta-feira (25) no Ginásio Poliesportivo da Parangaba e a decisão de continuar a paralisação foi aprovada pela maioria dos presentes. O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, disse que a Assembleia é soberana e a entidade vai continuar mobilizando a categoria para forçar o Governo a atender as reivindicações.
Durante a Assembleia, o Sindicato APEOC reforçou a necessidade de fazer o enfrentamento em nível nacional contra as medidas do governo de Michel Temer. Em menos de quinze dias de mandato interino, já foram anunciados vários golpes contra a Educação Pública. 

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Professores decidem em Assembleia pela continuidade da Greve Geral da Educação

20160518. Greve Geral 300xOs professores da Rede Estadual de Ensino do Ceará decidiram em assembleia, realizada nesta quarta-feira (18), manter a paralisação das atividades. O encontro foi no Ginásio Poliesportivo da Parangaba, em Fortaleza, e reuniu quase 1.700 servidores da Educação. A Greve Geral da Educação começou oficialmente no dia 25 de abril. O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, conduziu a assembleia e afirmou que a decisão da categoria é soberana. Ele incentivou a união dos professores para reforçar a mobilização no interior e capital.
A pauta da categoria é ampla e abrange uma série de reivindicações relacionadas às condições estruturais das escolas, à manutenção de espaços e programas pedagógicos, à liberação de processos funcionais e, principalmente, ao reajuste geral da categoria de 12,67%. Desde o início da greve, já foram realizadas três rodadas de negociação com o Governo do Estado. O Executivo sinalizou o atendimento de boa parte da pauta dos professores e estudantes mas não avançou na negociação do reajuste geral, que só deve ser anunciado no dia 06 de junho. A data-base dos servidores estaduais é 1° de janeiro.
2016.0516.Assembleia.geral.900x
A paralisação dos professores foi considerada ilegal pela Justiça e os efeitos da decisão do desembargador Durval Aires estão valendo desde a última segunda-feira (16), com cobrança de multa de R$ 3 mil/dia ao Sindicato APEOC e aplicação de falta aos professores. O Sindicato APEOC entrou com recurso para tentar cassar a liminar do magistrado no dia 12 de maio.

Agenda de Mobilização

  • 19/05 (Quinta) e 20/05 (Sexta): Mobilização nas escolas para garantir a inscrição dos estudantes no ENEM
  • 23/05 (Segunda): Grande Ato no Centro de Fortaleza – Concentração às 15h na Praça da Bandeira. Caminhada até à praça do Ferreira.
  • 25/05 (Quarta): Assembleia Geral da categoria para definir os rumos do movimento.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

4º BIMESTRE DE 2015

 CONTEÚDO PARA O 4º BIMESTRE DE 2015 .

ANÁLISE COMBINATÓRIA(REVISÃO DO 1º BIMESTRE DE 2015)

1) PRINCÍPIO MULTIPLICATIVO
2) PERMUTAÇÃO COM REPETIÇÃO E SEM  REPETIÇÃO
3)ARRANJO
4) COMBINAÇÃO

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

ESTATÍSTICA  É O CONTEÚDO ESTUDADO NO 3º BIMESTRE 2015  - 2º ANOS

UTILIZAMOS  A APOSTILA  QUE CONTÉM OS CONTEÚDOS  DE MATEMÁTICA I,II E III.O CONTEÚDO DE ESTATÍSTICA INICIA  A PARTIR DA PÁGINA  31. E VAI ATÉ O FIM DA APOSTILA.
* CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE ESTATÍSTICA
*GRÁFICOS
*MEDIDAS DE TENDÊNCIA CENTRAL(CÁLCULO DE MÉDIAS, MODA E MEDIANA)
*MEDIDAS DE DISPERSÃO

AS  ATIVIDADES 

1ª ATIVIDADE  
QUESTÃO 1  PÁGINA 32 ATÉ QUESTÃO 10 PÁGINA 33
2ª ATIVIDADE
QUESTÃO 12 PÁGINA 34 ATÉ QUESTÃO 22 PÁGINA 34
3ª ATIVIDADE 
QUESTÃO 1 DA PÁGINA 37 ATÉ A QUESTÃO 20 DA PÁGINA 39

4ª ATIVIDADE

QUESTÃO 1 DA PÁGINA 41 ATÉ A QUESTÃO 10 PÁGINA 41

  





terça-feira, 23 de junho de 2015

Procuram-se estudantes

Além do mico-leão-dourado e do lobo-guará,
outro mamífero tropical parece caminhar para
a extinção por Thomaz Wood Jr. — publicado 10/04/2014
Revista Carta na Escola

Diz-se que uma espécie encontra-se ameaçada
quando a população decresce a ponto de situá-la em
condição de extinção. Tal processo é fruto da
exploração econômica e do desenvolvimento
material, e atinge aves e mamíferos em todo o
planeta. Nos trópicos, esse pode ser o caso dos
estudantes. Curiosamente, enquanto a população de
alunos aumenta, a de estudantes parece diminuir.
Paradoxo? Parece, mas talvez não seja.
Aluno é aquele que atende regularmente a um
curso, de qualquer nível, duração ou especialidade,
com a suposta finalidade de adquirir conhecimento
ou ter direito a um título. Já o estudante é um ser
autônomo, que busca uma nova competência e
pretende exercê-la, para o seu benefício e da
sociedade. O aluno recebe. O estudante busca.
Quando o sistema funciona, todos os alunos tendem
a se tornar estudantes. Quando o sistema falha, eles
se divorciam. É o que parece ocorrer entre nós:
enquanto o número de alunos nos ensinos
fundamental, médio e superior cresce, assombramnos
sinais do desaparecimento de estudantes entre
as massas discentes.
Alguns grupos de estudantes sobrevivem, aqui e
acolá, preservados em escolas movidas por nobres
ideais e boas práticas, verdadeiros santuários
ecológicos. Sabe-se da existência de tais grupos nos
mais diversos recantos do planeta: na Coreia do Sul,
na Finlândia e até mesmo no Piauí. Entretanto, no
mais das vezes, o que se veem são alunos, a agir
como espectadores passivos de um processo no
qual deveriam atuar como protagonistas, como
agentes do aprendizado e do próprio destino.
Alunos entram e saem da sala de aula em bandos
malemolentes, sentam-se nas carteiras escolares
como no sofá de suas casas, diante da tevê, a
aguardar que o show tenha início. Após 20 minutos,
se tanto, vêm o tédio e o sono. Incapazes de se
concentrar, eles espreguiçam e bocejam. Então,
recorrem ao iPhone, à internet e às mídias sociais.
Mergulhados nos fragmentos comunicativos do
penico digital, lambuzam-se de interrogações,
exclamações e interjeições. Ali o mundo gira e o
tempo voa. Saem de cena deduções matemáticas,
descobertas científicas, fatos históricos e o que mais
o plantonista da lousa estiver recitando. Ocupam seu
lugar o resultado do futebol, o programa de quintafeira
e a praia do fim de semana.
As razões para o aumento do número de alunos são
conhecidas: a expansão dos ensinos fundamental,
médio e superior, ocorrida aos trancos e barrancos,
nas últimas décadas. A qualidade caminhando
trôpega, na sombra da quantidade. Já o processo de
extinção dos estudantes suscita muitas
especulações e poucas certezas. Colegas
professores, frustrados e desanimados, apontam
para o espírito da época: para eles, o
desaparecimento dos estudantes seria o fruto
amargo de uma sociedade doente, que festeja o
consumismo e o prazer raso e imediato, que
despreza o conhecimento e celebra a ignorância, e
que prefere a imagem à substância.
Especialistas de índole crítica advogam que os
estudantes estão em extinção porque a própria
escola tornou-se anacrônica, tentando ainda
domesticar um público do século XXI com métodos e
conteúdos do século XIX. Múltiplos grupos de
interesse, em ação na educação e cercanias,
garantem a fossilização, resistindo a mudanças, por
ideologia de outra era ou pura preguiça. Aqui e
acolá, disfarçam o conservadorismo com aulasshows,
tablets e pedagogia pop. Mudam para que
tudo fique como está.
Outros observadores apontam um fenômeno que
pode ser causa-raiz do processo de extinção dos
estudantes: trata-se da dificuldade que os jovens de
hoje enfrentam para amadurecer e desenvolver-se
intelectualmente. A permissividade criou uma
geração mimada, infantilizada e egocêntrica, incapaz
de sair da própria pele e de transcender o próprio
umbigo. São crianças eternas, a tomarem o mundo
ao redor como extensão delas próprias, que não
conseguem perceber o outro, mergulhar em outros
sistemas de pensamento e articular novas ideias.
Repetem clichês. Tomam como argumentos o que
copiam e colam de entradas da Wikipédia e do que
mais encontram nas primeiras linhas do Google. E
criticam seus mestres, incapazes de diverti-los e de
fazê-los se sentir bem com eles próprios. Aprender
cansa. Pensar dói

sábado, 11 de abril de 2015

CONTEÚDO DE MATEMÁTICA III DE 06/04 A 10/04/2015 2º ANOS ADAUTO BEZERRA

   COMBINAÇÃO


OS ARRANJOS SÃO AGRUPAMENTOS EM QUE A ORDEM DOS ELEMENTOS É CONSIDERADA EM CADA FORMAÇÃO. A  PARTIR DE AGORA ESTUDAREMOS OUTRO TIPO DE AGRUPAMENTO QUE CHAMAMOS DE COMBINAÇÃO, NO QUAL A ORDEM  DOS ELEMENTOS NÃO É CONSIDERADA.

NO EXEMPLO: POR RAZÕES AMBIENTAIS, A VISITA A UMA CAVERNA SÓ É PERMITIDA  A DUAS PESSOAS DE CADA VEZ.SABENDO QUE O GRUPO  QUE DESEJA FAZER A VISITA É FORMADA  POR SEIS PESSOAS.DE QUANTOS MODOS PODEMOS  FORMAR A DUPLA QUA ENTRARÁ NA CAVERNA?


NOTE QUE SE FOREM ESCOLHIDAS AS PESSOAS A   E   B  DE UMA DUPLA , AS PESSOAS   B E A  SÃO AS MESMA DE  A  E B   .PORTANTO ESSE AGRUPAMENTO É UMA COMBINAÇÃO   E NÃO UM ARRANJO.

RESOLUÇÃO

TEMOS  6 PESSOAS E DEVEMOS FORMAR GRUPOS QUE TENHAM DUAS PESSOAS.

PELO PRINCÍPIO  DE  CONTAGEM , TEMOS  : PARA ESCOLHER A PRIMEIRA  PESSOA DA DUPLA , TEMOS 6 PESSOAS  E PARA  ESCOLHER A SEGUNDA PESSOA DO GRUPO TEMOS  CINCO PESSOAS  COMO PODEMOS TER   PESSOAS   A  E   B  SENDO AS  MESMA  B   E  A   DEVEMOS DIVIDIR POR  2!.


ASSIM:   5x 6 / 2!  = 30 /2  = 15   DUPLAS.

RESOLVER AS QUESTÕES DA PÁGINA  174

OBS: 1) DE   14/04  A 17/04  AVALIAÇÕES  DO  1º BIMESTRE 2015
          2)O CONTEÚDO DA AVALIAÇÃO  BIMESTRAL DE MATEMÁTICA III

           2.1) LÓGICA MATEMÁTICA  (TD)
           2.2)PRINCÍPIO FUNDAMENTAL  DA CONTAGEM
           2.3)FATORIAL
           2.4)ARRANJO
           2.5)PERMUTAÇÃO
           2.6)COMBINAÇÃO
       
           LEIAM CADA QUESTÃO DA AVALIAÇÃO, 
           ANALISE 
           PENSE
           CALCULE
           COM CERTEZA VOCÊ ENCONTRARÁ A RESPOSTA CORRETA.
           NÃO MARQUE AS RESPOSTAS  SEM ANALISAR,PENSAR E CALCULAR.
           MARCANDO QUALQUER OPÇÃO A SUA POSSIBILIDADE DE ACERTAR É DE 
           20%  E 80% DE ERRAR.
          
           
           
           BOA AVALIAÇÃO A TODOS OS ALUNOS(AS).

PARA O SEGUNDO BIMESTRE 2015, O PRIMEIRO CONTEÚDO SERÁ  BINÔMIO DE NEWTON.